Como brinca o bebé com um ano?

O teu bebé está quase a fazer um aninho. Se parares um segundo para pensar como foi a tua vida no último ano, seguramente que concluirás que se passaram muitíssimas coisas em muito pouco espaço de tempo, e de certeza que já nem te lembras de como era a tua vida antes do teu bebé nascer.

Pois bem, esse bebé está quase a fazer o seu primeiro aninho, e embora os primeiros 12 meses tenham sido tão excitantes quanto esgotantes, a partir de agora vêm coisas muito divertidas!

Neste post queremos contar-te como é uma criança quase a chegar ao seu primeiro ano de vida, e tudo o que vai aprender durante os próximos meses. Assim poderás mais facilmente entender quais são as suas necessidades e os jogos e brinquedos de que mais gostam nesta idade, e escolher o presente certo será mais simples.

Atenção! Não te esqueças que cada criança tem o seu próprio ritmo. Umas aprenderão a andar primeiro, outras a encaixar as peças no lugar cert, mas todas conseguirão ultrapassar os desafios que têm pela frente.

Como é o bebé de 12 meses

Desenvolvimento físico e motor

Chegou a fase da independência! Com 12 meses o teu bebé provavelmente já começou a rastejar e a gatinhar, e se ainda não o faz seguramente que nos próximos meses se vai soltar da tua mão e começar a andar. Isto acontece porque as suas pernas já adquiriram a força necessária para se manterem em pé, e o equilíbrio se desenvolveu o suficiente para que consiga dar os seus primeiros passos sozinho. Esta é uma grande conquista no seu desenvolvimento que fará com que amplie a visão que até agora tem do mundo, e que o levará a não parar de explorar por si mesmo e a exercer um maior controlo sobre o seu corpo.

A destreza manual também se desenvolveu muitíssimo, andará sozinho, adorará encaixar objetos, empilhá-los, derrubá-los…As suas mãos serão cada vez mais hábeis e será capaz de começar inclusivamente a fazer os seus primeiros rabiscos porque já se estabeleceu a ligação entre as suas mãos e o cérebro.

Por volta dos 18 meses o seu sistema psicomotor desenvolver-se-á muitíssimo e já andará sozinho e começará a correr e a subir escadas de gatas, ainda que a sua falta de equilíbrio faça com que caia muito frequentemente.

O teu bebé vai ser capaz de trepar, ajoelhar-se, dar pontapés numa bola, levantar-se sem ajuda e até pode correr, ainda que o faça com os braços estendidos para não perder o equilíbrio. O seu desenvolvimento será tal que até ao ano e meio poderá subir a uma cadeira, dar a volta e sentar-se. A sua destreza manual ter-se-á desenvolvido muito e até poderá abrir tampas de rosca! Poderá pegar num lápis e fazer riscos, manusear plasticina e construir uma torre de blocos – ainda que com poucas peças.

Tentará fazer tudo sozinho, como beber água de um copo e até manusear a colher, embora a sua destreza não esteja ainda tão desenvolvida para conseguir fazê-lo. É uma etapa que os papás terão que ter muita paciência dada a grande insistência em fazerem as coisas por si mesmos.

Desenvolvimento social e emocional

O apego à mamã, ao papá ou à pessoa que dele cuida é muito grande e sofre se os perde de vista. Ainda assim, adora estar com outras crianças e verás que já não reclama tanta atenção como antes, e pode passar largos pedaços de tempo a brincar sozinho.

A comunicação contigo será muito mais ampla e cada vez se fará entender melhor ainda que só pronuncie algumas sílabas. Nesta fase começará a balbuciar as suas primeiras palavras: papá, mamã, água…e a responder sim ou não com a cabeça a perguntas simples.

Compreenderá frases e ordens simples e mostrará a sua alegria quando lhe perguntam algo que é capaz de responder.

Começará a imitar todas as ações dos adultos, como falar ao telefone ou a mexer uma chávena de café com uma colher.

No fim do primeiro semestre do ano já compreende muitas coisas que lhe dizes e atua em conformidade. Pode ir buscar um brinquedo, se lhe pedires, ou aproximar-se de ti se o chamares, e sabe o significado de “sim” e “não”. Conhece algumas das partes do corpo e começa a compreender a sequência das histórias que lhe contas, que são uma das coisas de que mais gosta nesta fase.

Durante este ano começará a “fase do não”, e o bebé terá as suas primeiras birras quando não consegue o que quer.

Nesta fase saberá que é muito importante para a família, e adora que assim seja. Repetirá tudo o que acha graça nos seus papás. Também será capaz de perceber os sentimentos dos demais relativamente a ele. Fica fascinado com a música e a dança.

Desenvolvimento cognitivo

Durante o primeiro ano as conexões neurais estabelecem-se com uma rapidez incrível e existe um avanço paralelo e correlativo entre o desenvolvimento manipulativo e o intelectual. O teu bebé aprenderá que a uma ação sua se sucede uma consequência, e quando se trata de fazer algo, repeti-lo-á uma e outra vez até consegui-lo.

Começará a tomar consciência de si próprio e a sua autoafirmação levará a que em certas ocasiões se confronte contigo e com as outras crianças. Da mesma forma o teu bebé precisará de ser guiado, pelo que terás de mostrar com clareza os limites que não pode ultrapassar. Isto também o vai ajudar a controlar as suas emoções para que fique mais fácil relacionar-se com as pessoas que o rodeiam.

Nesta fase será mais destrutivo que construtivo, mas não te alarmes: ao derrubar uma torre ou a atirar todos os seus brinquedos para o ar está simplesmente a observar como pode atuar sobre os objetos.

Saberá ir buscar os objetos no último sítio onde os viu e adorará brincar às escondidas.

Os jogos e brinquedos de que mais gostam

Os jogos e brinquedos de que mais gostam são os que lhes estimulam as habilidades que estão a desenvolver. Por isso não serão os mesmos aos 12 e aos 24 meses.

Durante os primeiros meses adorarão os brinquedos vistosos e que façam ruídos e as mantinhas com diferentes texturas e cores com acessórios para manipular e descobrir novos elementos.

Como estão a começar a andar sozinhos adoram os andadores e os brinquedos de puxar, que os ajudam a ter maior segurança e a apoiarem-se nas suas incansáveis caminhadas.

Ficam encantados com os jogos encaixáveis com diferentes formas e cores, e brincarão com eles vezes sem fim. Gostam de empilhar objetos e de fazer torres, embora o que mais adorem seja derrubá-los porque sabem que podem atuar sobre eles e isto traz-lhes muita alegria.

A água será outra das suas paixões e vai-te custar tirá-lo da banheira. Os jogos para brincar na água na hora do banho serão sempre uma decisão acertada.

Gosta de estar ao teu lado e que lhe leias histórias com animais ou objetos que possa identificar. Isto estimulará a sua linguagem e reforçará os vossos laços.

Adora ir ao parque com o balde e as pás para brincar com a areia, dar pontapés na bola ou passear com o seu triciclo. A partir dos 18 meses está preparado para pedalar, pelo que este será um dos seus brinquedos favoritos porque lhe dá uma grande sensação de liberdade e de movimento.