Como brinca a criança com 7 anos?

O teu filho está quase a fazer 7 anos? Gostavas de saber quais são os seus progressos nesta etapa? Explicamos-te como será o seu desenvolvimento a nível físico e cognitivo, e além disso os jogos e brinquedos com que mais aprenderá e desfrutará.

Como é a criança nesta idade?

Desenvolvimento físico e motor

Nesta etapa é normal que percam quatro dentes de leite por ano, que vão sendo substituídos pelos definitivos.

A sua coordenação é cada vez maior, o que notará em atividades como trepar ou nadar. É muito recomendável nesta idade que as crianças façam algum desporto de forma regular, uma vez que as ajuda a ter os ossos fortes, a manter um peso adequado e a melhorar a sua capacidade respiratória, ou seja, a ter uma vida mais saudável. Mas para que adquiram o gosto pelo desporto não basta apresentar-lhes mil e uma atividades desportivas, é importante que vejam que os adultos também praticam alguma atividade física e que também fazem desporto com eles.

Quanto ao resto, o seu crescimento continuará a um ritmo estável e sem grandes alterações.

Juguetes para fomentar la deportividad

Desenvolvimento social e emocional

Aos 7 anos a criança desenvolve a empatia e já é capaz de pôr-se no lugar do outro e de entender as suas emoções, o que a tornará mais sensível aos sentimentos dos demais.

Já começa a ser mais seletiva nas suas amizades: enquanto em pequenina brincava com qualquer criança, agora terá o seu grupo e é provável que já tenha um melhor amigo.

Sentir-se aceite pelo grupo é para si muito importante, e pode acontecer que em certas ocasiões a vejamos triste porque se zangou com os seus amigos ou porque não contaram com ela para alguma aventura. Para a criança estas coisas são um mundo. Devemos nesta alturas ensinar-lhe a minimizar a importância destes acontecimentos, se forem isolados, sem contudo menosprezar o seu sofrimento para que não pense que os seus pais não entendem os seus problemas.

Desenvolvimento cognitivo

Nesta idade vai adorar explorar, conhecer coisas novas e a sensação de aventura.

É um bom momento para descobrir desportos, passatempos, experimentar o que gosta e o que não gosta, fazer atividades organizadas ao ar livre… Contudo, aborrece-se rapidamente o que fará com que comece muitas coisas mas acabe poucas.

Adora competir e a sua habilidade começa a crescer em diferentes áreas.

Veremos que já tem uma sólida perceção do tempo, podendo distinguir segundos, minutos, horas, dias, semanas, meses, estações e anos. Isto até agora era-lhe um pouco complexo.

Começa a mostrar preferências por um determinado estilo de aprendizagem: em grupo, sozinha, com exemplos…Além disso já consegue resolver problemas matemáticos simples usando objetos para representá-los.

As crianças com esta idade devem dormir entre 11 a 12 horas por dia.

Os jogos e brinquedos de que mais gostam a partir dos 7 anos

Adoram os microscópios, telescópios e jogos para as suas aventuras como walkie-talkies, lanternas ou mochilas. Definitivamente querem descobrir o mundo e resolver todas as questões que lhes passam pela cabeça.

As equipas desportivas começam a chamar a sua atenção e não param de brincar com bolas, patins, papagaios…

Compreendem perfeitamente as regras dos jogos sociais e gostam muitíssimo de neles participar.

É provável que desfrutem lendo banda desenhada ou outro tipo de livros, e se ainda não se aventuraram na leitura por prazer devemos ajudá-las a encontrar o género de que mais gostem, embora sem pressioná-las porque cada criança tem o seu ritmo e umas são mais dadas à leitura do que outras.

Também adoram desenhar com marcadores e com todo o tipo de pinturas, o que lhes permite soltar a sua criatividade, sendo por isso importante que tenham sempre à mão os seus materiais de desenho.

E claro, os jogos digitais atraem-nas muito e é provável que protestem quando lhes limitamos o seu uso, argumentado que as outras crianças que conhecem usam tablets e telemóveis com muito maior frequência. Perante isto a melhor opção é proporcionar-lhes alternativas muito mais divertidas, jogos com os quais desfrutem com todos os sentidos e assim de certeza que se esquecem -ainda que por apenas um bocadinho- dos ecrãs!